Daniela K Ferraz

Menina aérea, fui aterrando ao longo da vida. E construindo integridades. A força da natureza, no encontro da conexão mística inata com as ciências biológicas – subjetividade e objetividade. O corpo individual. Do silêncio das matas para o burburinho dos escritórios e plenárias, introspecção encontrando extroversão. A força do coletivo, no encontro de políticas públicas com pessoas, atores e setores da sociedade, com seus múltiplos e diversos saberes e interesses. O corpo social. A força do ‘eu ‘, no diálogo entre corpo físico – matéria igual a das estrelas – e orgânico – vivo e gerador de vida – com a mente e o espírito. O corpo essencial. Experiência viva de corporificar a inteireza do meu ser a cada instante. Realização e busca. A cada momento, vida, movimento. Novo, genuíno. Verdadeiro.

PROCESSOS INTEGRAIS

educação e facilitação

Abordagens integrativas são aquelas que consideram, valorizam e integram as dimensões do ser humano: corpo – relação – emoção – mente – espírito. Elas são capazes de promover a ampliação, a superação e a transcendência da visão separatista e reducionista  dos nossos tempos. O resgate do sujeito, do conhecimento integral, das dinâmicas do vivo e da vida, são alguns exemplos do que é premente recuperar, ressignificar, transformar.

Valores e Utopias

cultura de paz e não violência

cultura da abundância

VISÃO INTEGRATIVA DO SER HUMANO

ser humano como uma unidade orgânica, inteiro na medida que integradas as suas dimensões (espiritual, mental, afetiva, corpórea)

VISÃO TRANSDISCIPLINAR

as ciências, as artes, as filosofias, as tradições espirituais como fontes de saberes e campos para os fazeres

economia criativa, colaborativa e solidária

complexidade e pensamento sistêmico